Conhecendo mais sobre o Mouse

Mouse Óptico

Esse “rato” é um dos dispositivos mais básicos para facilitar a navegação e a interação do usuário com o computador. Sua primeira aparição foi em 1984, com o lançamento do Apple Machintosh, embora esse dispositivo tenha sido criado na época de 1960. Desde Então, tornaram-se essenciais, facilitando a vida do usuário, já que basta movimentar o mouse para que um cursor na tela se mova até o alvo. Depois, basta clicar em seus botões para ativar ícones na tela. Tudo isso de forma rápida, eficiente e muito simples.
A função primordial deste periférico é traduzir o movimento da mão dos usuários em códigos compreensíveis ao computador. O modo como ele processa essa informação pode variar muito. Hoje, há várias tecnlogias disponíveis. Há os modelos de esfera, mais simples, onde uma esfera dentro do aparelho move o mouse e se conecta a roletes dentro do mouse, que captam o movimento, repassam a chips internos, que traduzem a esse movimento e transmitem até o computador. As desvantagens desse modelo são: possibilidade de desgaste das partes móveis; maior chance de falha; facilidade de penetração de sujeira no interior do mouse, interferindo no desempenho de seus sensores. Há os mouses ópticos, em que um chip processador ler os pulsos do sensor CMOS que detecta o movimento de uma pequena luz vermelha emitida por um LED ou raio laser e os transforma em códigos binarios.

O desenvolvimento da tecnologia, também chegou aos mouses. Existem produtos específicos para games, com mais precisão e botões; mouses sem fio etc. A oferta é grande.

2 thoughts on “Conhecendo mais sobre o Mouse”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *